CARDANO

Cardano: Ascensão, tragédia e glória na renascença italiana

O romance narra a história de vida de Girolamo Cardano, singular exemplo de homem renascentista. Escritor, professor, médico, cientista, filósofo e matemático do século XVI, Cardano escreveu mais de cem livros, foi um médico de sucesso no tratamento da asma em uma época em que a Peste devastava a Europa e destacou-se nas universidades pelas quais passou. Perseguido pela Inquisição, esse grande nome deixou como legado ao mundo equações matemáticas, invenções que aprimoraram técnicas mecânicas, apontamentos brilhantes, além de textos sobre assuntos diversos, que vão desde a interpretação dos sonhos à música.

Lançamento Livraria Cultura

Alguns comentários dos leitores postados no Facebook

"Os romances históricos são a minha preferência. CARDANO está à altura dos melhores que já li" Anna, pintora

"Acabo de ler Cardano, me encantei com a obra… o melhor livro que já li, e olha que não foram poucos. Sua arte é digna de aplausos" Ivo, empresário

"O melhor livro que li nos últimos 10 anos…" Pedro Paulo, especialista em Direito

"Li o livro em 10 dias, gostaria de continuar lendo mais…" Ana Cristina, estilista

"Vale a pena vê-lo falar e depois ler o livro…" Walter, jornalista

"Já embarquei em Cardano, - seus olhos se viraram pra trás, deixando uma horripilante aparência do branco das órbitas – Uau! Já tô curtindo!" Lucila, médica

"Estou lendo… e gostando!" Alex, empresário

"O livro é delicioso…" Alessandro, designer

Pesquisa na Itália

Raul segura em mãos um livro de Girolamo Cardano, de 1536, quando esteve em Pavia, cidade próxima a Milão.

É um livro em que há critica severa aos médicos que se importam mais com a roupa, a pompa e a carruagem e não ouvem o paciente (algo atual?).

Lê-se Hieronymi, que é o primeiro nome dele em latim (Hieronimus, Jerônimo, Giròlamo...)

Lâmpada Maravilhosa (ou Lucerna Mirabilis)

Uma das imagens que estão no livro (no detalhe - feita pelo designer da Record, baseada em uma tradução que eu tenho de 1934). É a “lâmpada maravilhosa” criada por Cardano. Lembrem-se que nos anos 1500 toda luz era à base de fogo, e a vela branca era bem cara.

Curiosidade 1: como se vê na foto, ao pegar o livro original do século XVI, quando estive na Itália, percebi que na xilogravura existia uma pequena chama. Era a claridade da luz que emanava da lâmpada. Alto estilo...

Curiosidade 2: não, a lâmpada não deu muito certo. O projeto foi abandonado...

Raul apresenta dois exemplos extremos de livros do século XVI. O pequenino, que está nas minhas mãos na cidade de Pavia, é um original de 1560, primeira edição de um livro do Cardano (De Subtilitate).

O outro, enorme, uns 4 kg, de Andreas Vesalius (a primeira edição foi em 1543) - cidade de Pádua. Haja diferença...

Raul Emerich finalizou a pesquisa na Itália em grande estilo.

Chegou na cidade dos antepassados de Cardano (Cardano Al Campo, um pequenino paese no norte da Itália que acaba de se tornar cidade) no exato momento de uma cerimônia oficial.

Conheceu a prefeita (na foto, à direita), o assessor de cultura (à esquerda), a banda tocou e foi oficialmente comunicado aos habitantes que um brasileiro iria lançar um livro sobre Girolamo Cardano. São os fluidos sobrenaturais...